Leitura da Semana

Acesse mais leituras e mensagens de D. John Main e D. Laurence Freeman:

Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Primeiro domingo do Advento

D. Laurence Freeman

1st-sunday-2014

Há dois períodos de espera, uma espera vigilante, no calendário cristão que começa hoje – o Advento e a Quaresma. No Advento a espera é por um novo nascimento que se anuncia. Como todo nascimento, sinaliza uma grande mudança na vida de todos que se relacionam ou são afetados por ele.

Neste nascimento as repercussões são universais, a família que é afetada é a humanidade no seu todo. A grande mudança acontece numa serie de eventos que toca nossa natureza de formas mais radicais – mesmo numa era da engenharia genétca – do que possamos imaginar.

Quatro vezes no curto evangelho de hoje Jesus diz “Vigiai!”. Em períodos de vigília há muitas vezes a tentação de sairmos de nosso estado de alerta e nos entorpecer. Mergulhamos no turbilhão das coisas mundanas enquanto deixamos escapar o deslumbramento que é o verdadeiro mundo onde renascemos a cada dia.

Podemos mesmo sentir no nosso caminhar sonâmbulo que preferimos viver no presente do que esperar por um porvir futuro. Sonhos são muito convincentes .

Nos tornamos entorpecidos e sonolentos quando permitimos que nossas vidas se restrinjam a superficialidade, levados a reagir somente por acontecimentos passageiros. Antes de nos darmos conta, vinte anos se passaram neste estado letárgico quando pensávamos estar conscientes somente por estarmos ocupados – todo o tempo perdendo o real significado. E este é não estarmos esperando por algo que vai acontecer no futuro mas acordarmos para algo que está ocorrendo agora.

Acontece em níveis cada vez mais profundos de percepção. A cada novo nível de consciência aumenta o deslumbramento da presença que irrompe em vida e se manifesta entre nós. A espera não é temporal. É a pulsação de Deus no coração da criação que a um determinado momento se torna o simples e único ritmo humano. O nascimento de Deus no tempo humano.

Permanecei vigilantes e meditai. Podemos fazer este o objetivo deste breve período – meditar duas vezes cada dia sem perder nenhum tempo em fantasias pois o que esperamos e que nos chega de todos os lados, do passado e do futuro, é tão real.

Jesus disse aos seus discípulos, “Estai atentos, estai vigilantes, pois não sabeis quando o tempo virá”.

 


 

Texto original em inglês

First Sunday of Advent


There are two seasons of expectation, wakeful waiting, in the Christian year which begins today – Advent and Lent. In Advent the expectation is for a new birth to happen. Like every birth it changes the life of all concerned, all who are affected by it. In this birth the repercussions are universal, the family that is changed is the whole of humanity. The great change happens in a series of events that touch our nature in ways more radical than – even in an age of genetic engineering – we can imagine.

Four times in today’s short gospel Jesus says ‘Stay awake!’. In any period of waiting there is the temptation to let the edge of our wakefulness become dull. We collapse into the stream of the mundane but miss the real wonder of the world that we ourselves are being born into each day. We may even feel as if in our sleepwalking we are preferring to live in the present rather than wait for some future event. Dreams are very persuasive.

We get dull and sleepy when we allow our lives to descend into superficiality, driven by reactions to passing events. Before we know it we have dozed through twenty years thinking we were conscious just because we were busy - all the time missing the real point. Which is that we are not waiting for something to happen in the future but awakening to what is happening now.

At ever-deeper levels of consciousness it happens. As we awaken more at each level the wonder of the presence bursting into existence from pure being becomes greater. The waiting is not temporal. It is the pulsation of God at the heart of creation that at a given moment becomes a simple, unique human rhythm. The birth of God in human time.

Stay awake and meditate. We could make that the aim of this short season – to meditate twice each day and to waste no moment of any day in fantasy because what we are waiting for and is coming at us from all sides, from the past and the future is so real.

Jesus said to his disciples, ‘Be on your guard, stay awake, because you never know when the time will come".