Leitura da Semana

Acesse mais leituras e mensagens de D. John Main e D. Laurence Freeman:

Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Calendário de Eventos

perfil john

O Caminho do Silêncio

John Main OSB, THE HUNGER FOR DEPTH AND MEANING, editado por Peter Ng (Cingapura: Medio Media, 2007), pgs. 159-161.

 

 

Para aprender a meditar, precisamos aprender a ser silentes, e não temer o silêncio [. . .]
Nós não precisamos criar o silêncio. O silêncio já está aí, em nosso interior. Aquilo que devemos fazer é entrar nele, nos tornarmos silentes, nos tornarmos silêncio. O propósito da meditação e o desafio da meditação é o de permitir que nos tornemos suficientemente silentes de modo a permitir que esse silêncio interior venha à tona. O silêncio é a linguagem do espírito. A linguagem do espírito é amor. E, o propósito da meditação é o de estarmos na presença do amor, o amor que, como Jesus nos diz, dispersa todos nossos medos.

original em inglês:

From John Main OSB, "The Way of Silence” in The Hunger for Depth and Meaning, ed. Peter Ng (Singapore: Medio Media, 2007), pp. 161.

To learn to meditate, you have to learn to be silent, and not to be afraid of silence. [. . . .]
[W]e don’t have to create silence. The silence is there, within you. What we have to do is to enter into it, to become silent, to become the silence. The challenge of meditation is to allow ourselves to become silent enough to allow this interior silence to emerge. Silence is the language of the spirit. The language of the spirit is love. And the purpose of meditation is to be in the presence of love, the love that, as Jesus tells us, casts out all fear.

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.