Leitura da Semana

Acesse mais leituras e mensagens de D. John Main e D. Laurence Freeman:

Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Domingo de Páscoa

D. Laurence Freeman

Reflexões da Quaresma - Laurence Freeman

Não sabemos se veremos o sol

Nascer, globo etéreo e ligeiro, pesado e lento,

Sobre o horizonte peninsular de Beare este ano,

Se os dedos da terra alongando-se mar a dentro

Serão irradiados pela luz do ouro primordial.

Só poderei contar a vocês após o evento.

Mas que o sol nascerá é tão certo quanto o poente

Porque há outro ciclo de expiração e inspiração

Enquanto ele cavalga o corpo do cosmos

No qual ressuscitou.

Sua alegria se agita como as ondas do mar em mar aberto

Sua paz nos toca em terra como as ondas na praia

Às vezes com afável suavidade

Às vezes com o terror de sua beleza

 


 

Texto original em inglês

Easter Sunday

We do not know if we will see the sun
Rise in its slow and heavy, fast and airy globeness
Over the horizon of the Beara peninsular this year,
If the fingers of earth stretching into the sea
Will be irradiated with the light of the original gold.
I can only tell you that after the event.
But that the sun will rise is as certain as that it set
Because there is another cycle of expiring and inspiration
As long as the body of the cosmos
On which he who has risen rides.
His joy ripples like the waves of the sea at sea
His peace touches us on land like waves the shore
Sometimes with disarming gentleness
Sometimes with the terror of his beauty

 

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.