Leitura da Semana

Acesse mais leituras e mensagens de D. John Main e D. Laurence Freeman:

Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Reflexão da Quaresma

Quarta-feira da terceira semana da Quaresma

D. Laurence Freeman

Reflexões da Quaresma - Laurence Freeman

Um dos mais belos poemas na língua inglesa é "A Flor", de George Herbert (gratuito do Google).

Leia mais...

Terça-feira da terceira semana da Quaresma

D. Laurence Freeman

Reflexões da Quaresma - Laurence Freeman

Esta é a Festa da Anunciação, que nos recorda, enquanto nos preparamos para a Pascoa, de que estamos exatamente a nove meses do Natal.

Leia mais...

Segunda-feira da terceira semana da Quaresma

D. Laurence Freeman

Reflexões da Quaresma - Laurence Freeman

Em uma das lições de Shantideva, o grande mestre budista, ele pergunta “qual é o significado de guardar o corpo?” A resposta é simplesmente “renunciar ao que é prejudicial.”

Leia mais...

Domingo da terceira semana da Quaresma

D. Laurence Freeman

Reflexões da Quaresma - Laurence Freeman

"A mulher disse para ele, 'eu sei que aquele messias - ou seja, Cristo - está chegando; e, quando ele chegar, vai nos revelar tudo.' 'Sou eu que estou falando com você', disse Jesus, 'eu sou ele'".

Leia mais...

Sábado da segunda semana da Quaresma

D. Laurence Freeman

Reflexões da Quaresma - Laurence Freeman

‘O felix culpa – Ó feliz culpa de Adão!’, nós cantaremos na escuridão da noite do Sábado Santo, ou, como a Madre Juliana diz, ‘o pecado é necessário‘, significando que ele é útil.

Leia mais...

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.