Dom John Main, OSB - WCCM
"Espaço para Ser" - Leitura de 14/12/2008
O MOMENTO DE CRISTO - São Paulo: Paulus,1992), pp. 132,134,135.
Tradução de Roldano Giuntoli
 

Para nos conhecermos, para nos compreendermos.... encarar nós mesmos e nossos problemas dentro da perspectiva certa, simplesmente precisamos entrar em contato com nosso espírito. Toda autocompreensão brota da compreensão de nós mesmos como seres espirituais; e somente o contato com o, Espírito Santo universal é que pode dar-nos a profundidade e a amplitude necessárias para compreendermos... O caminho para isto não é difícil. É muito simples. Mas ele de fato requer compromisso sério...

A maravilhosa revelação que todos nós aí descobrimos, sob a única condição de que decidamos ingressar na trilha com disciplina, é a de que nosso espírito está enraizado em Deus e que cada um de nós tem um destino eterno, um significado e uma importância eternos. Eis uma das primeiras descobertas que cada um de nós deve fazer: a natureza que possuímos tem este potencial infinito de desenvolvimento e este desenvolvimento só pode ser atingido se decidirmos encetar esta peregrinação para nosso próprio centro....porque somente aí, nas profundezas de nosso ser, podemos descobrir que estamos enraizados em Deus. A meditação é exatamente o caminho indicado para entrarmos em contato com nosso espírito e, neste contato, encontrarmos o caminho da integração, que nos leva a captar tudo em nossa experiência como dados que se harmonizam, a constatar que tudo em nossa experiência é julgado e alinhado com base em Deus.

O caminho da meditação é muito simples. Tudo o que cada um tem a fazer é permanecer o mais quieto possível no corpo e no espírito...Aprender a meditar é aprender a deixar de lado os seus pensamentos, idéias e imaginação e repousar nas profundezas de seu ser. Lembrem-se sempre disto. Não pensem, não usem quaisquer palavras, a não ser a sua única palavra, não imaginem coisa alguma. Simplesmente pronunciem, digam a palavra nas profundezas de seu espírito e escutem-na. Concentrem-se nela com toda sua atenção.

Por que isto é tão forte e poderoso? Basicamente, porque nos dá o espaço de que precisa nosso espírito para respirar. Isto dá a cada um de nós o espaço para sermos nós próprios. Quando você está meditando, não precisam defender-se, não precisam justificar-se. Tudo o que vocês necessitam é ser vocês mesmos, aceitar das mãos de Deus o dom de ser e, nesta aceitação de vocês mesmos e de sua criação, vocês entram em harmonia com o Criador,...com o Espírito de Deus.

Medite por Trinta Minutos
Sente-se confortavelmente, mas com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxado mas atento. Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a como quatro silabas de igual duração Ma-ra-na-tha, em ritmo lento. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense nem imagine nada - nem de ordem espiritual nem de qualquer outra ordem. Se pensamentos e imagens afluírem à mente, trate-os como distrações e simplesmente retorne à repetição da palavra.

Comunidade Mundial de Meditação Cristã