Dom Laurence Freeman, OSB - WCCM
“A Luz de Cristo" - Leitura de 20/12/2009
John Main OSB, from THE BURNING HEART: Reading the New Testament with John Main, ed by Gregory Ryan (London: Darton, Longman + Todd, 1996), pp. 42-43.
Tradução de Roldano Giuntoli
 

“Porquanto Deus, que disse: Do meio das trevas brilhe a luz!, foi ele mesmo quem reluziu em nossos corações, para fazer brilhar o conhecimento da glória de Deus, que resplandece na face de Cristo.” (2Cor 3-4)

Cristo é luz. Ele é a luz que confere à nossa visão abrangência e profundidade. Em sua consciência plenamente realizada, ele também é, os olhos com que enxergamos o Pai, na perspectiva divina. Sem sua luz, nossa visão estaria atada à dimensão parcial, e nosso espírito não conseguiria alçar vôo acima de seu eu, rumo à liberdade infinita, e à claridade cristalina do estado unificado. Por mais que seja maravilhosa, nossa consciência continuaria sendo um observador da periferia, ...sem estar realizado por meio da união com sua consciência, sem estar coordenado com seu corpo... Todavia, a luz que transforma nossa fraqueza, que faz das nossas limitações o crucifixo no qual seu poder se torna perfeito, foi livremente conferida, inundando nosso coração como a pura efulgência do Pai, porquanto Cristo é a radiância do Pai. A luz de que necessitamos para dar poder à nossa visão, não é nada menos do que essa radiância, a própria glória de Deus. . . Este é o único conhecimento fundamental que necessitam aqueles que, dentre nós, humildemente fazem a peregrinação da prece, em direção a essa experiência da luz... (The Present Christ, pgs. 15-160)

Medite por Trinta Minutos
Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxado, mas, atento. Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.

 
 
Comunidade Mundial de Meditação Cristã